vistoria
Gonzaga Imóveis

Uma das cláusulas do contrato de locação determina que o inquilino deve devolver o imóvel nas mesmas condições nas quais ele foi locado, ou seja: da mesma maneira em que foi encontrado no início do contrato, sendo necessária a correção de qualquer alteração feita durante o tempo de ocupação.
Essas condições são pontuadas em um documento chamado de “Laudo de Vistoria”, que deve ser assinado pelos inquilinos e fiadores (quando houver). O laudo expõe detalhadamente todas as condições do imóvel no momento do início do contrato, com registros de imagens.
O documento auxiliará no momento da rescisão de contrato, determinando quais reparos são necessários antes da entrega das chaves. Por isso, estar atento a todos os detalhes e apontar eventuais discordâncias é essencial para facilitar rescisões e evitar dores de cabeça. Confira itens essenciais para avaliar na vistoria:

  1. Pintura: especifique cor e tipo de tinta aplicada em paredes, tetos, portas e janelas e em qual estado cada área se encontra.
  2. Fechaduras e trincos: sinalize marca, modelo e o estado de conservação e funcionamento de todos os trincos e fechaduras do imóvel.
  3. Estrutura hidráulica: abra todas as torneiras e cheque o escoamento em todos os pontos de água do imóvel.
  4. Pisos, azulejos e revestimentos: determine o tipo de piso e revestimento de todas as áreas, suas características e o estado de conservação de cada um deles. Nas áreas que contiverem azulejos nas paredes, faça o mesmo, tomando o cuidado especial de notar por furos e rachaduras.
  5. Estrutura elétrica: teste bocais/luminárias e todas as tomadas, além de verificar o quadro de luz para documentar o funcionamento e estado de conservação da rede elétrica.
  6. Vidros: documente se os vidros estão em bom estado e não esqueça de verificar se as janelas abrem e fecham normalmente. Fique atento também para esquadrias e travas.
  7. Mobília: caso o imóvel possua algum tipo de móvel, como armários embutidos, estantes e pias, não deixe de especificar no laudo o estado de conservação de cada um, bem como o funcionamento de puxadores, dobradiças, trilhos e pistões.

Importante: se, com o laudo de vistoria em mãos, o inquilino encontrar alguma divergência, este poderá solicitar correções dentro do prazo de 5 dias, em uma contestação por escrito (a ser protocolada no departamento de vistoria). Em outra situação, quando algum problema estrutural não identificado em vistoria surgir em qualquer tempo do contrato, a responsabilidade de reparação é do proprietário, por meio de uma solicitação de serviço protocolada pelo inquilino.

Gonzaga Imóveis

Este artigo foi produzido pela Gonzaga Imóveis. Gostou? Compartilhe suas sugestões e dicas, nossos consultores vão adorar conversar com você. Deixe seu comentário abaixo!

Documentos necessários para alugar um imóvel pela imobiliária
12 mar
Inquilino Quero Alugar

Documentos necessários para alugar um imóvel pela imobiliária

Você não precisa se preocupar com os documentos necessários para alugar um imóvel pela imobiliária! A burocracia para alugar um […]

leia mais
Informações do contrato de aluguel de imóvel
10 fev
Quero Alugar

Informações do contrato de aluguel de imóvel

Depois de encontrar o imóvel perfeito, é hora de assinar o contrato de aluguel. A assinatura indica que todas as […]

leia mais